Aluna de Taubaté traz apresentação de dança para o intervalo

Apresentação de dança de salão para alunos do Ensino Médio e Pré-vestibular nesta segunda-feira.

Nesta segunda-feira (26) os alunos do Ensino Médio – Unidade Taubaté assistiram a apresentação de dança de salão no intervalo. O evento faz parte da programação de atividades culturais organizada pelo coordenador do colégio, professor Antonio Salerno Neto.

“A dança de salão não foi uma opção, ela simplesmente foi chegando à minha vida”, contou Clayton Lima, antes da apresentação. Ele é professor da Escola de Dança Clayton Lima, onde a aluna do Progressão, Roberta Solano, faz aulas há pouco mais de um ano. “Quando estou dançando me sinto muito bem, é uma sensação de liberdade muito boa”. Roberta gosta de todos os ritmos, mas confessa que o bolero é seu preferido. “Todo mundo fala que esse é um ritmo de velho, mas ele é o melhor”. E foi ao som do bolero que Roberta se apresentou aos colegas com o professor Clayton durante o intervalo.

Clayton também dançou samba de gafieira e zouk (ritmo parecido com a lambada) com a sua irmã Viviane Lima. Os dois começaram a dançar cedo, ele com 12 anos e ela com 17 anos, influenciados pelo pai (tenente Orlando), um dos pioneiros da dança de salão na cidade (em 1989). Clayton afirma que a dança ajuda em todos os sentidos, principalmente na sociabilização. “O convívio social que ela oferece é muito bom. Nós temos a oportunidade de ter contato com pessoas diferentes durante as apresentações”.

O coordenador Neto conta que a ideia das apresentações culturais é fazer com que os alunos interajam mais. “Gostaria que eles me procurassem para sugerir atividades, assim como a Roberta fez ao falar da dança de salão. Acho que toda atividade cultural é do interesse dos estudantes”, conclui o coordenador.

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn