Alunos do 8º ano visitam orfanato em Pindamonhangaba

Trabalho em sala de aula contou com análise in-loco.

A professora do Ensino Fundamental – Unidade Taubaté, Rosa Maria, trabalhou durante o primeiro bimestre temas muito relevantes para a convivência social, como o preconceito e a adoção, presentes no livro paradidático de Giselda Laporta, “O amor não tem cor”, debatido em sala de aula com os alunos do 8º ano.

O livro trata o caso bem típico de um casal que pretende adotar uma criança, mas com a exigência do marido de que ela seja loira e de olhos azuis. A crítica desse preconceito que ocorre durante o processo de adoção é retratada no livro e instiga o leitor a refletir sobre o assunto.

Para completar a análise da obra, a professora Rosa Maria organizou uma visita ao Lar da Criança Irmã Júlia, uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que conta com a colaboração de anônimos para ajudar no desenvolvimento do trabalho.

“Todos os alunos se envolveram no projeto e ficaram bastante emocionados com a visita, mas principalmente com a história das crianças, algumas até mesmo da mesma faixa etária deles”, comenta Rosa. O objetivo da atividade foi estimular a leitura do livro e colocar os alunos em contato com uma realidade diferente da deles, despertando o espírito solidário e humano.

Durante a visita os alunos levaram caixas de bombons, brinquedos e roupas como doação ao orfanato. Além de participarem ativamente da rotina do local, ajudando a servir o lanche e interagindo com as crianças. “Muitos deles querem voltar ao Lar junto com seus familiares”, completa a professora.

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn