Expectativa e oportunidade: Simulado Enem no Progressão

Dois dias de prova simulam o Exame Nacional do Ensino Médio, principal ferramenta de seleção para diversas universidades de todo o país.

O Simulado Ciclo II ENEM, desenvolvido e aplicado para todos os alunos do Sistema de Ensino Poliedro, foi realizado neste sábado (15) nas Unidades Taubaté e Pindamonhangaba do Colégio e Curso Progressão.

A prova simula o modelo do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e as expectativas dos alunos são grandes, pois muitas instituições de ensino superior utilizam os resultados do exame em seus processos de seleção.

Nathália Sales e Fábio Henrique de Lima Schmidt acreditam que este simulado seja uma grande chance para se familiarizarem com a avaliação e aguardam o Exame Nacional com ansiedade, pois através dele esperam ter boa classificação para os processos seletivos das universidades que pretendem ingressar.

Para a maior parte dos alunos, a dificuldade é controlar o cansaço durante a realização de provas como esta. Mariah Ferreira Indiani se dedica aos estudos durante todo o tempo livre e valoriza os simulados realizados ao longo do ano. “Mesmo cansada, os simulados são muito bons, pois através deles eu adquiro experiência dos vários tipos de prova”, comenta.

Assim como o novo modelo de prova do Enem, que será aplicado nos dias 6 e 7 de novembro de 2010, os alunos realizam o simulado em dois dias. Reginaldo de Paula, aluno da Turma Med, acredita que os simulados sejam o principal caminho para se sair bem nos vestibulares. “Para mim, esta avaliação é mais difícil que as provas exigidas fora da escola, eu estou mais preparado para o vestibular”, declara.

Para a coordenadora do Curso Pré-vestibular – Unidade Taubaté, Esmeralda Puccineli, os alunos têm importantes oportunidades através dos simulados. Uma delas é comparar os erros e acertos com todos os alunos do Sistema Poliedro que também realizaram a prova e melhorar o seu desempenho. Uma outra oportunidade é mapear as falhas de acordo com os motivos, seja desconhecimento do assunto, algo que causou distração durante a prova ou se o aluno estava nervoso. Desta forma, desenvolver habilidades para realizar provas e vestibulares.

“Os simulados estão surtindo bons resultados no Colégio. Muitos dos alunos se saíram muito bem no primeiro simulado e isso é um incentivo a mais para eles continuarem estudando e se sentirem motivados”, ressalta a coordenadora. Para ela, os alunos aumentam o tempo de busca das informações para se saírem melhor na prova e estão mais focados nos estudos.

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn