Exposição multimídia aborda situação de refugiados e migrantes, no SESC São José

DesLocaMentos questiona a identidade de grupos refugiados e migrantes; até 30 de maio.

A mostra multimídia DesLocaMentos, da artista Marie Ange Bordas, questiona a identidade de grupos refugiados e migrantes e também propõe uma observação sobre as consequências geradas pela mudança geográfica na cultura desses povos – tanto em costumes e tradições, como na corporeidade.

O trabalho da artista tem como objetivo explorar como é definida a identidade própria quando são perdidos os referenciais afetivos, territoriais e culturais, além de analisar as formas que estes deslocamentos ajudam a desenhar uma nova geografia no mapa político e cultural.

Composta por uma série de 21 fotografias impressas em papel de algodão, a mostra fotográfica DesLocaMentos registra o contato da artista com populações de refugiados entre Brasil, países da África e França. Sob closes em detalhes que figuram como ícones na representação de cada povo, são inseridas sinalizações geográficas para identificar cada região e cultura.

A exposição também conta com instalações interativas de artemídia que complementam os questionamentos propostos por Marie Ange Bordas. Em “Raízes” a artista explora os conceitos sobre o fundamento de uma cultura e de seus costumes por meio de galhos secos acompanhados de sons. Na instalação “Notícias”, é explorada a singularidade de cada indivíduo em contraste com os dados oferecidos pela imprensa. Já no vídeo “Coming In” (cor, 12min.) a intenção da artista é despertar o olhar crítico sobre quais são as formas de apresentar um campo de refugiados e como fazer as pessoas compreenderem a coletividade como indivíduos e não apenas uma massa de rostos anônimos.

Artista multímidia e educadora, Marie Ange Bordas é mestre em Imagem e Som pela USP, com especialização no International Center of Photography de Nova York. Há 12 anos concentra-se na realização de projetos de arte participativa e na criação de espaços que propõem uma interação multisensorial do espectador.

Aberta ao público, a exposição fica no SESC São José dos Campos até 30 de maio: Av. Dr. Adhemar de Barros, 999, Jardim São Dimas. Mais informações pelo telefone 12 3904.2000.

Com informações da Acom/Sesc SJC.

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn