MEC cancela prova, confira aqui as informações

Jornal denuncia vazamento da prova e ministro da educação confirma.

O Exame Nacional do Ensino Médio, que seria aplicado neste final de semana, foi cancelado pelo Ministério da Educação na madrugada desta quinta-feira (1º), após o vazamento da prova.

A decisão foi do ministro da educação, Fernando Haddad, depois de ter sido alertado pela reportagem do jornal O Estado de S. Paulo sobre a quebra do sigilo do exame. Na quarta-feira, o jornal foi procurado por um homem que disse ter as duas provas, que seriam aplicadas no sábado e no domingo, e propôs vendê-las mediante o pagamento de 500 mil reais.

No encontro em que o jornal viu trechos da prova, duas pessoas  afirmaram ter recebido o material na segunda-feira de um funcionário do Inep (órgão responsável pelo exame) e confessaram que o esquema de fraude envolve cinco pessoas.

Cerca de 4,5 milhões de candidatos se inscreveram no exame, que seria aplicado nos próximos dias três e quatro de outubro, em 113.857 salas de aula de 10.385 escolas diferentes. A partir deste ano, o Enem é requisito para a entrada em pelo menos 40 universidades federais, além de ser necessário para quem disputa uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni).

O MEC tem outra versão da prova pronta para substituir a que foi cancelada, a qual deverá ser aplicada em 45 dias.

Mais informações no site: www.estadao.com.br.

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn