Progressão recebe palestra sobre dificuldades alimentares

Na última segunda-feira, 4, o Colégio Progressão recebeu a fonoaudióloga Júlia Carvalho para debater sobre um assunto essencial no desenvolvimento de uma criança: a alimentação.

“Essa questão tem sido muito frequente nos consultórios fonoaudiológicos e o que a gente observa é que as famílias estão muito perdidas em relação a quem buscar, que profissional pode oferecer uma ajuda e o que pode ser feito”, explica.

De acordo com a fonoaudióloga, algumas crianças se recusam a comer por uma questão de comportamento. Já em outros casos, se alimentar é realmente uma tarefa difícil. “Elas têm uma dificuldade na hora de processar a informação da comida que chega na boca, porque não toleram determinada consistência ou determinado sabor”. A atenção e a influência vindas da família carregam um grande peso. “Às vezes a família não percebe e insiste naquilo que a criança não quer, reforçando um comportamento de aversão. É muito importante estar atento a esses sinais para quanto mais cedo perceber, tentar modificar isso e reestabelecer a harmonia na hora das refeições com a família”, completou.

Entre tudo o que está dentro da alimentação e que provocam reações positivas e negativas na vida da criança, estão a permanência do uso de mamadeira e a persistência em alimentos que não desenvolvem movimentos mastigatórios. Isso faz com que existam desproporções ósseas, o que pode comprometer no desenvolvimento da fala, em relação à precisão com que ela é capaz de articular determinados sons. “Esse problema acabou desestabilizando vários fatores na minha casa. A palestra fez esclarecer um monte de coisa, eu estou no início do tratamento e daqui pra frente tem muita coisa para mudar”, conta Fabiana Cristina Botechia, uma das mães que participaram do evento.

“A iniciativa da escola é muito importante para nós mães e para os professores. Informação nunca é demais, saio satisfeita e feliz”, conclui a mãe Gabriela Moreira.

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn