Rondônia reprova 75,19% dos inscritos em exame da OAB

A Seccional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Rondônia aprovou apenas 24,81% dos candidatos que prestaram o primeiro Exame de Ordem do ano.

Dos 266 bacharéis em direito que se inscreveram, 93 conseguiram êxito na primeira fase do exame e passaram para a segunda etapa. Ao final da última fase, 66 conseguiram aprovação e vão receber a carteira de advogado da OAB.

O exame é composto de duas etapas –uma objetiva, composta de 80 questões, e a outra “prático-profissional”.

A OAB afirma que os dados de aprovação no Estado podem ser alterados, pois no balanço divulgado nesta terça-feira não estão inclusos os resultados dos recursos apresentados por alguns candidatos.

São Paulo

O índice de reprovação no exame da OAB em São Paulo atingiu 92,84% e já é recorde em todo o país. Dos 21.132 inscritos, realizaram as provas 20.237, sendo que apenas 1.450 candidatos foram aprovados nas duas fases do exame.

“Este é um resultado que nos preocupa”, disse o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso. “Os exames não são difíceis, não têm pegadinhas. Mas são criteriosos, para verificar se o candidato tem condições de ingressar no mercado de trabalho e não prejudicar os clientes e a advocacia”, disse em entrevista publicada pela Folha no último dia 23 de junho.

Ele atribui a maior parte das reprovações a deficiências na formação dos candidatos. “Há pessoas que chegam à prova e não sabem conjugar verbos ou colocar as palavras no plural.”

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn