Simulado coloca alunos em contato com prova diferenciada e maior nível de dificuldade

Esporte é bom para a saúde física e mental.

O Colégio Progressão – Unidade Taubaté recebeu um grupo de capoeiristas para uma apresentação ao som de berimbau, pandeiro e atabaque durante o intervalo. Alunos do Ensino Médio e Pré-vestibular acompanharam o evento com animação e alguns alunos que já praticam o esporte também participaram da roda de capoeira.

A partir de 2 anos de idade, de acordo com Marcel Silva, integrante do grupo que se apresentou, as crianças podem fazer capoeira como forma de recreação e, aos 5 anos, já podem aprender as técnicas e treinar várias vezes durante a semana. Três crianças participaram dessa apresentação no Colégio Progressão. Cláudio, 8 anos, treina há nove meses incentivado pela vó e surpreendeu os espectadores com sua habilidade.

Guilherme Bernoldi, aluno do 3º ano do Ensino Médio participou da apresentação e jogou capoeira com os demais integrantes. “Treinei capoeira durante cinco anos e nesse tempo conquistei elasticidade e aprendi a importância de respeitar o próximo”, afirma Guilherme. Osires Ferreira, aluno do 1º ano do Ensino Médio, também participou da roda de capoeira e confessa ter gostado muito, apesar de ter se sentido um pouco envergonhado diante dos colegas. “Deixei de treinar capoeira e hoje faço Muay Thai, mas a agilidade que eu tenho conquistei com a capoeira”, diz Osires.

Marcel acrescenta que para praticar capoeira não há contra-indicações e ainda pode beneficiar a saúde fortalecendo a musculatura, proporcionando bem-estar e auxiliando no tratamento de problemas cardíacos.

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn