Universitários ajudarão a difundir língua portuguesa no Timor Leste

Dezoito estudantes paulistas entre 19 e 28 anos embarcarão, na próxima segunda-feira (23/08), para o Timor Leste. Na bagagem, apostilas, letras de músicas e muita disposição para auxiliar na difusão da língua portuguesa, transformada em idioma oficial daquele país em 2002.

O projeto “Universidades em Timor-Leste” é resultado de uma parceria entre a Universidade de São Paulo (USP), Mackenzie e PUC/SP com a Universidade Nacional do Timor Leste, com apoio do governo federal e patrocínio da Infraero.

Na noite de ontem (19), estudantes, coordenadores, especialistas acadêmicos, reitores e representantes da Infraero e dos ministérios das Relações Exteriores e da Defesa participaram de evento de confraternização no Memorial da América Latina, celebrando a concretização desta primeira etapa do projeto. Os alunos, selecionados entre mais de 400 estudantes dos cursos de Letras, Comunicação, Relações Internacionais e Ciências Sociais das três universidades ficarão até dezembro em Timor Leste, acompanhados pela coordenadora acadêmica Vera Lúcia Consoni Busquets, do Mackenzie, e pela jornalista Rosely Forganes.

 

Canções e textos literários brasileiros serão utilizados para despertar o interesse pela língua portuguesa entre timorenses dos 13 aos 25 anos, faixa populacional que teve pouco contato com o idioma, proibido durante a dominação da Indonésia. “Vamos por amor à língua portuguesa e pela oportunidade única de participar desse processo de reconstrução do mais novo país do mundo. É um momento histórico”, resumiu o estudante Francisco Figueiredo de Souza, de 21 anos, que cursa o oitavo semestre dos cursos de Jornalismo da USP e Relações Internacionais da PUC/SP.

A República Democrática do Timor Leste tornou-se independente em maio de 2002. Desde 1999, quando a ONU (Organização das Nações Unidas) assumiu a responsabilidade pelo território, o governo brasileiro comprometeu-se a cooperar com o desenvolvimento do país. Em junho passado, o presidente Luís Inácio Lula da Silva assinou decreto aprovando o Acordo de Cooperação entre o Brasil e o Timor-Leste.

Fonte: Terra

Compartilhe esse conteúdo

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn